Seguindo por e-mail

terça-feira, 26 de abril de 2011

Produção de lixo cresce 6,8% no Brasil


A produção de resíduos sólidos cresce de maneira assustadora em relação ao ano de 2009, onde teve um aumento de 6,8%. Logo, tem uma explicação, com o crescimento da renda e da explosão de consumo faz com que se aumente o desejo de compra e por sua vez gera - se mais lixo, O grande vilão da formação de resíduos sólidos é o consumo, se voltarmos na história podemos notar que antes da revolução industrial o homem produzia de forma artesanal, em pequena escala .

Após a Revolução Industrial, com a nova cultura de produção em escala, fez com que os custos de produção caíssem e os produtos passaram a ser mais baratos, só que com isso a indústria, gerava resíduo em sua produção em massa pois havia a perda que a maquina não conseguia aproveitar, que ante no método artesanal se aproveitava toda matéria prima.

Agora temos dois segmentos geradores de resíduos sólidos a indústria e os consumidores, só que na época não havia a preocupação com o meio ambiente, pois a população era baixa e havia ampla locação de espaço, em meados dos anos 60 entramos na era do descartável, produtos que seriam comprados e depois jogados fora, um grande avanço, mas um retrocesso no meio ambiente.

Hoje o Brasil produz 195 mil toneladas dia de resíduos sólidos em 2010 contra os 187,728 toneladas produzidas em 2009, compramos muitas vezes sem necessidade.  Como economista tento alertar as pessoas a tomarem cuidado em suas despesas domesticas, uma delas é ir ao supermercado com um lista de compra e não acrescentar nada que não esteja lá, pois será descartado pois você não precisa, outro dica que dou é não ir ao supermercado com fome, pois tudo que estiver ao seu alcance será comprado sem necessidade, sempre alerto que cada produto que está alocado nas gôndolas com as embalagens maravilhosas estão lá com um propósito, ser consumido.

Cada produto tem um embalagem que foi minuciosamente criada para atrair o consumidor a comprar, e você pobre consumidor é vitima do consumo, logo se compramos mais do que necessitamos, logo vai para o lixo!

Um expressão que aprendi é o PRÉ-CICLAR, não se assuste, é um novo conceito que todos devemos ter a partir de hoje, pensar antes de comprar ou consumir, ver se tem necessidade, se o produto que você esta comprando é reciclavel ou produz material reciclado, se a embalagem desse produto é necessária, hoje como a logística reversa sendo obrigatória na lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos, isso quer dizer quem produz será obrigado a reciclar o produto, se a empresa que produz o que você está comprando está com a logística reversa. 

Ai você pensa esse cara é louco, como vou pensar em tudo isso na hora que vou comprar uma TV? temos que pensar sim estamos entrando numa era do lixo eletrônico que começam a ser descartados nos lixos convencionais e ai! o que vamos fazer? quantos celulares vocês já compraram e estão parados ou quebrados prontos para serem jogados fora?

pensem e reflitam .... quem são os maiores geradores de lixo do planeta?  .. somos nós consumidores....

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Meu blog foi postado neste link

acessem :

http://paper.li/adoteumver_sp/jornal/2011/04/18

AGUA NOSSO BEM MAIS VALIOSO 2

Recentemente estive fazendo um ciclo de palestra no Estado de Sergipe, no qual fiquei maravilhado com o povo Sergipano e suas maravilhas naturais. Nunca tinha visto a imensidão do Rio São Francisco, abundância de agua, fui conhecer a foz do Rio a qual chega a ter 2,5 Quilômetros de extensão de uma margem a outra com uma profundidade média de 15 metros, sem contar sua extensão que atinge 2.830 quilômetros, lendo o artigo que saiu hoje no DC - Diário do Comércio, em "OPINIÃO" quem quiser visualizar é só acessar este link :
O Brasil possui 11% de toda agua doce do mundo, maravilhoso saber como fomos abençoados por Deus, mas será que não cometeremos os mesmos erros das grandes nações ? O Rio Poxim em Sergipe foi considerado uns dos rios mais poluídos. O avanço da Industrialização e desenvolvimento, podem colocar em risco toda essa riqueza. 
Por isso acredito que com a nova Lei de Política de Resíduos, através da responsabilidade compartilhada todos seremos responsabilizados, não somente o Estado mas nós geradores.
Pense o que você faz para evitar que este bem tão precioso acabe? 
Rio São Francisco

-  Você joga oleo de cozinha na pia da cozinha? não pode contamina os rios
- Você usa agua de forma racional quando toma Banho?
- Você lava o carro de final de semana com a mangueira aberta e agua fluindo a vontade?
- Você ao invés de usar a vassoura e usa a mangueira para varrer a calçada ou quintal?

Tem  muito mais maneiras de se desperdiçar água, não parece mais em casa buscávamos a redução do consumo, não encontrávamos o problema, até o dia que mudamos a maquina de lavar roupa, trocamos a normal de abertura em cima, pela aquela de abertura lateral, a redução foi notável, cada vez que a maquina com abertura superior enche ela coloca em média 500 litros de agua, agora imagine que ela enche para lavar e depois para enxaguar, só ai foram 1.000 litros, ou seja, mesma quantidade de uma caixa d'agua.

Rio São Francisco
Temos que preservar antes que acabe, imagine que guerras poderão ser travadas pelo domínio de agua, temos que cobrar do governo a saneamento básico que consta como obrigação dos municípios na nova lei da Política nacional de resíduos.

Coloquei essas fotos, que tirei quando fui conhecer a Foz do Rio São Francisco, vejam vocês a imensidão de agua doce, veja que some no horizonte, maravilhoso. No Cânion do Xingó onde o Rio São Francisco foi represado, a profundidade chega a 150 metros de profundidade dá pra imaginar quanta agua temos !!!
Cânion do Xingó




Cânion do Xingo
nesta área chega a mais de 150 metros de profundidade

AGUA NOSSO BEM MAIS VALIOSO 1


24/09/2010 - 14h32

Volume de água em países árabes deve cair até 30% nos próximos 40 anos

DA REUTERS
Os países árabes formam uma das principais regiões a serem abatidas pelas mudanças climáticas, mas ainda faltam-lhes uma ação integrada contra os efeitos desse problema mundial, disseram especialistas durante conferência nesta semana
.


Mais seco e quente, e com clima menos previsível, o volume de água deve cair de 20% a 30% até 2050, segundo dados do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento.
Divulgação
Com clima menos previsível, países árabes possuem seis dos dez locais do mundo que sofrem com falta de água
Com clima menos previsível, países árabes possuem seis dos dez locais do mundo que sofrem com falta de água
Os estados árabes, ricos em petróleo e com uma população que cresce rápido, necessitam de uma vontade política para agir. A região árabe possui seis dos dez locais que sofrem com a falta de água.
Os cidadãos têm acesso a uma média de mil metros cúbicos de água por ano ou o mesmo que sete vezes menos que a taxa mundial. Esse número deve, ainda, ser reduzido para 460 metros cúbicos até 2025.
Além da água, as nações árabes também precisam lidar com a elevação do nível do mar, que coloca em risco algumas pequenas ilhas como Bahrain e as do golfo árabe.



quinta-feira, 21 de abril de 2011

REFLEXÃO AMBIENTAL


Escrito por Alessandro Azzoni em jul 25, 2010 em Reflexão Ambiental | 2 comentários

Como disse na edição anterior o assunto de Meio Ambiente, virou assunto de palanque político para muitos, mas pensemos se realmente fazem algo para o meio ambiente? Nós mesmos fazemos algo?
Pensemos o que podemos fazer de mais simples que seja em pró do meio ambiente, um simples ato de:
  • Nunca jogar lixo pela janela do carro, você ira dizer que absurdo, mas já presenciei muitos carros jogando copos de fast food e latinhas de refrigerante, fora papel  pela janela do carro;
  •  Fumante, jogar a famosa bituca de cigarro pela janela do carro ou mesmo na calçada, esse filtro é composto de material sintético o qual demora anos para se decompor no meio ambiente, pense que a bituca na calçada ou na rua, quando chove vai para os bueiros, logo vai para os rios, logo permanecer lá por anos, sem contar na contaminação da nicotina lá retida.
  •  Separar o lixo em casa, garrafas pets, latas de alumínio de lixos orgânicos

Outro dia estava ajudando minha filha na sua lição de casa e o texto me chamou a atenção, um texto extraído de uma reportagem da revista Superinteressante da editora Abril:
 “Morador de uma cidade grande, João Brasileiro engole diariamente a fumaça lançada no ar por automóveis e fábricas. Tossindo de raiva, acende o último cigarro e joga o maço pela janela do carro. No domingo de sol, leva os filhos a passear no parque e compra sorvetes para os garotos. Cada um, é claro, vai jogar o copinho ou papel por cima do ombro assim que degustar a iguaria. Quando vai à praia, Brasileiro fica horrorizado com o mar sujo pelos esgotos e esbraveja enquanto toma um refrigerante e come uma espiga de milho, cujos vestígios ficarão repousando na areia quando ele sair de lá. Brasileiro gosta muito de reclamar da poluição e da sujeira – dos outros. Em seu próprio rastro, que ele ignora, acumulam-se quilos de detritos – restos de alimentos, copos, latas, garrafas, papéis e toda sorte de objetos dos mais variados materiais e usos, atirados nas ruas, praias, estradas, parques, casas de espetáculo e por aí afora”.
Agora, vamos fazer igual ao João Brasileiro, ficar reclamando do resultado que nós mesmos praticamos? Ou Vamos fazer algumas atitudes para mudar?
Comecemos separando o lixo reciclável em nossas casas, mas não esperemos a coleta seletiva da prefeitura, levaremos ao Supermercado Pão de Açúcar, pois todos eles possuem eco ponto de coleta.
Os fumantes joguem as bitucas em cinzeiros ou em lixo, se vocês conhecem alguém que fuma faça mudar a atitude de jogar a bituca do cigarro pela janela ou na rua.
E quando presenciarmos situações de pessoas jogando lixo nas vias publica, chamemos a atenção, pois inibiremos a atitude desses João Brasileiros.

 Só nós podemos mudar nosso Meio Ambiente.


ALESSANDRO LUIZ OLIVEIRA AZZONI – 
ECONOMISTA
POS GRADUADO EM MERCADO INTERNACIONAL
ESPECIALISTA EM ORÇAMENTO PUBLICO
CONSELHEIRO ELEITO CADES VL MARIANA
2º MAIS VOTADO (128 VOTOS)
CONSELHEIRO DA ACSP DISTRITAL SUDESTE
COORDENADOR DA COMISSÃO SOCIO-AMBIENTAL  DISTRITAL   SUDESTES Da ACSP – ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE SÃO PAULO

terça-feira, 19 de abril de 2011

PRÊMIO DESTAQUE EMPRESARIAIS 2009 - ZONA SUL SESC VILA MARIANA


turismo Noite de especial alegria foi entregue pela Associação Comercial de São Paulo, o Prêmio Destaque Empresarial 2009. O presidente da ACSP, FCESP, CACB, Alencar Burti falou sobre a importância do reconhecimento do valor destes homenageados, e este pensamento foi compartilhado com o discurso de Soriano Muller, diretor-superintendente da Distrital Jabaquara e de Pedro Rodrigues, diretor- superintendente da Distrital Sudeste. 
Os homenageados foram: Sami Roumieh, Miguel Antonio Della Rosa, Alberto Shimuta, Inácio Conrado Filho, José Paulo Vidal, Paulo de Moura Rezende Costa, Melina Gláucia Cardoso, Cássia e Fábio Castro, Danilo Santos de Miranda, Jayme Benedetti Paganini. 
E este ano teve um prêmio complementar de honra para Giacinto Cosimo Cataldo pelo o que a pessoa dele representa para a ACSP.
As presenças de Maurício Pinterich, ex subprefeito VM, Alessandro Azzoni,presidente da Opzione e RCSP-VM, Samir Nakle Koury- RCSP- Saúde e Dermeval Polentine Fonseca, RCSP- VM. 
Parabenizamos este reconhecimento aos empreendedores.


Grupo de apoio aos Moradores em situação de rua

SUBPREFEITURA Vila mariana

turismo
O projeto que Maurício Pinterich, ex-subprefeito da Vila Mariana, começou com os moradores de rua tem o apoio de todas as entidades dos setores envolvidos e de várias ONGS e da comunidade também. 

A reunião para acertar detalhes sobre a sede que irá acolher abrigar e cuidar destas pessoas ocorreu com o apoio do atual subprefeito o Sr.

Manoel Antônio da Silva Araújo que também é preocupado com esta questão tão delicada. Entre os presentes estavam: Alessandro Azzoni, representando o Rotary Club- VM, Dr. Jean Raphael Petrone, Consultor Jurídico da MPA Comunicação, Paloma ,assessora de gabinete, Todos foram unânimes em fazer um documento assinado para que o projeto não fique parado. A revista Miriam Petrone Acontece se prontificou a ajudar na divulgação para os moradores da Vila Mariana.


Entre você também nesta idéia, mude tenha atitude, não reclame 

RESUMO DA ATA DA 126ª REUNIÃO PLENÁRIA ORDINÁRIA

RESUMO DA ATA DA 126ª REUNIÃO PLENÁRIA ORDINÁRIA


final da pagina 16


Alessandro Azzoni: Cumprimenta a todos. Esclarece que o Conselho da Subprefeitura Vila Mariana têm feito alguns planos de ação e, dentre eles, na área de educação ambiental mais especificamente na área de coleta seletiva, mas que há um problema. Consultando o Subprefeito de Vila Mariana, este alegou que a responsabilidade quanto a não coleta, é de LIMPURB, e que em cima disso pesquisou o contrato que RESUMO DA ATA DA 126ª REUNIÃO PLENÁRIA ORDINÁRIA

começo da pagina 17


trata deste assunto e que este foi aditado pelo então prefeito José Serra, que passou os investimentos do segundo, terceiro e quarto ano, para 15, 16, 17, 18 anos, ou seja, os investimentos que seriam feitos para a coleta seletiva passaram de 2006 para 2016. A sua maior preocupação é que a cidade de São Paulo não vai agüentar até lá. Questiona se não tem algo que possa ser feito para poder reverter essa cláusula do contrato.

  Uma vez eleito pela nossa comunidade do Distrito de Vila Mariana, fiquei preocupado com a destinação da coleta seletiva que vinha sendo abandonada na ruas e lixeiras de prédios, uma vez que a população já vinha fazendo sua parte na seleção do descarte de resíduos,fui atrás de onde o problema estava, percebi que estava no contrato firmado com a Prefeitura da Cidade de São Paulo, que foi aditado e transferindo todos os investimentos em cooperativas e usinas de conpostagem de 2006 ,2007,2008 para o final do contrato 2016,2017,2018, com isso geraria um grande problema para a cidade as cooperativas existente não dariam fluxo ao processamento de todo o resíduo da coleta seletiva e muitos dessa coleta iriam acabar em aterro. Busquei no CADES MUNICIPAL uma vez que discutiam os resíduos sólidos a solução do problema como relata ata da reunião.
  A cidade de São Paulo gera uma quantidade aproximadamente de;

                                                                                 17.000 mi/ton dia dessa só,
                                                                                      101 ton são reciclados,
                                                                                 muito pouco menos de 1%

  POR ISSO É PREOCUPANTE A SITUAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NA CIDADE SÃO PAULO

http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/meio_ambiente/ATA_126_RO_Cades.pdf

Divulgação e sucesso das palestras

http://www.ribeiropolis.net/col.php?mat_id=6055&col_id=4

http://www.celi.com.br/noticias/leitura/id/1269/ILBJ_realiza_palestras_sobre_Marketing_Pessoal_e_Meio_Ambiente.html


ACESSEM O LINK

Até no Globo.com


06/04/2011 06:35:12

Mais de 200 alunos participaram da atividade

ILBJ realiza palestras sobre Marketing Pessoal e Meio Ambiente





Todo dia é dia de muito conhecimento no Instituto Luciano Barreto Júnior (ILBJ). Dessa vez, os alunos participaram de palestras sobre marketing pessoal e meio ambiente com convidados parceiros do Instituto. Mais de 200 alunos participaram da atividade e ficaram empolgados com tanta informação.
Durante a manhã e tarde, os jovens assistiram à palestra ministrada por Adalberto Souto, do Senac, que, pelo segundo ano consecutivo, participa voluntariamente de atividades do ILBJ. Com o tema ‘Marketing Pessoal’, os alunos receberam dicas de como se comportar no mundo do trabalho, além de informações sobre ética e posturas profissionais.
“Esses momentos em que nossos alunos começam a ter um contato com experiências de profissionais renomados na área são fundamentais. Na palestra eles viram o que um bom profissional deve fazer para ser reconhecido e que erros evitar”, explica a psicóloga do ILBJ, Andressa Rodrigues.
Durante a noite foi a vez dos alunos participarem de um momento de conscientização e reflexão sobre o meio ambiente e o futuro do planeta. O palestrante paulista Alessandro Azzoni, com o tema “Lixo: o mal necessário do século”, conversou com os jovens sobre a produção excessiva de lixo e os benefícios da reciclagem.
A jovem Maite de Oliveira Vieira Alves enfatiza que guardou cada palavra de Alessandro como um novo aprendizado e que pretende utilizar as dicas de reciclagem para o seu cotidiano. “Eu gosto de me precaver com relação ao meio ambiente, porque é algo que tem que ser preocupação de todos nós. Tinha dúvidas sobre o que podia ou não ser reciclado, mas a palestra me ajudou muito”, afirma Maite.
Para o ambientalista Alessandro Azzoni a oportunidade de explicar aos jovens os riscos de não preservar o meio ambiente é muito importante para as futuras gerações. “Não tenho palavras para descrever esses alunos tão especiais do ILBJ que assistiram a essa palestra. Eles são os responsáveis pelo futuro do nosso planeta, por isso é fundamental falar de meio ambiente com os eles”, afirma Alessandro.
O Instituto Luciano Barreto Júnior é uma ação de responsabilidade social da Construtora Celi.


Voltar 



http://m.emsergipe.globo.com/noticias/visualizar/162705

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Presidente é destaque em site de colunista


   
Publicado em: 15/04/2011

Jornalista Miriam Petrone esteve recentemente no gabinete da conselheira-presidente
"Uma mulher notável, de uma carreira brilhante, sem rusgas, com sucesso infindável". Assim a presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheira Maria Isabel Carvalho Nabuco d'Ávila, é descrita pela jornalista paulista Miriam Petrone. Em visita recente à Corte de Contas sergipana, a colunista social teve a oportunidade de entrevistar a conselheira-presidente de forma exclusiva.

Já publicado no site da jornalista, o bate-papo aborda diversos temas inerentes ao TCE e destaca o pioneirismo da conselheira, que assim como a presidenta Dilma Rousseff na Presidência da República, é a primeira mulher a presidir o TCE de Sergipe. Para conferir a entrevista na íntegra, basta clicar no link abaixo:

http://miriampetrone.com.br/oquemaisacontece/?p=3381



site: http://www.tce.se.gov.br/

Presidente do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe

  

       Uma mulher de sucesso que não tem medo de propor mudanças em seu tribunal, mesmo que essas mudança incomodem muita gente, o Brasil mostra que as mulheres são insuperáveis, parabéns


Uma grande Ideia


   Uma grande idéia que tem que ser mostrada, a porto seguro tem postos de recolhimento de óleo de cozinha, não jogue o óleo na pia, você sabia que este mesmo óleo no meio ambiente libera uma grande quantidade de gás metano, quantidade esta que pode ser significativa, quase igual a um carro .

   Coloque o óleo em garrafa pet e leve a um posto da porto seguro para que possa ser reciclado, esse óleo vai virar sabão .

     Pequenas atitudes reflete em grandes soluções, venha faça essa diferença. 


DIALOGOS - Política Nacional de Resíduos

Em dialogo a Política Nacional de Resíduos Sólidos, em 2 de agosto de 2010, entrou em vigor a lei 12.305/2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos, onde são abordados os pontos mais importantes da nova lei, que basicamente se divide em dois aspectos muito importante que são :


  - a logística reversa
  - responsabilidade compartilhada

A logística reversa é a área da logística que trata dos aspectos de retornos de produtos, embalagens ou materiais ao seu centro produtivo. Apesar de ser um tema extremamente atual, esse processo já podia ser observado há alguns anos nas indústrias de bebidas, com a reutilização de seus vasilhames, isto é, o produto chegava ao consumidor e retornava ao seu centro produtivo para que sua embalagem fosse reutilizada e voltasse ao consumidor final. Esse processo era contínuo e aparentemente cessou a partir do momento em que as embalagens passaram a ser descartáveis. Contudo, empresas incentivadas pelas Normas ISO 14000 e preocupadas com a gestão ambiental, também conhecida como "logística verde", começaram a reciclar materiais e embalagens descartáveis, como latas de alumínio, garrafas plásticas e caixas de papelão, entre outras, que passaram a se destacar como matéria-prima e deixaram de ser tratadas como lixo. Dessa forma, podemos observar a logística reversa no processo de reciclagem, uma vez que esses materiais retornam a diferentes centros produtivos em forma de matéria prima.

Paulo Nigro
Presidente Tetra Pak
A Responsabilidade Compartilhada, por sua vez, está definida pela lei como um conjunto de atribuições individualizadas e encadeadas dos fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes dos consumidores e dos titulares de serviços públicos de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, somos todos responsáveis pelo destino de nosso resíduos, não bastará jogar a culpa ao setor público , todos seremos responsabilizados pelos nosso descarte.

  Tanto que o IDEC - Instituto de Defesa do Consumidor que estava presente diz que no decreto nº 7.404/2011, art 9º, parágrafos 1,2,3 - tratam basicamente da nossa responsabilidade como consumidor. 



DA COLETA SELETIVA
Art. 9o  A coleta seletiva dar-se-á mediante a segregação prévia dos resíduos sólidos, conforme sua constituição ou composição.
§ 1o  A implantação do sistema de coleta seletiva é instrumento essencial para se atingir a meta de disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos, conforme disposto no art. 54 da Lei nº 12.305, de 2010.
§ 2o  O sistema de coleta seletiva será implantado pelo titular do serviço público de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos e deverá estabelecer, no mínimo, a separação de resíduos secos e úmidos e, progressivamente, ser estendido à separação dos resíduos secos em suas parcelas específicas, segundo metas estabelecidas nos respectivos planos.
§ 3o  Para o atendimento ao disposto neste artigo, os geradores de resíduos sólidos deverão segregá-los e disponibilizá-los adequadamente, na forma estabelecida pelo titular do serviço público de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos.



Secretário de Recursos
Hidrícos
  Lógico que a Política Nacional de Resíduos Sólidos é muito mais completa mas acredito que esses dois temas serão os mais polêmicos e motivos para discussão.

     Os principais pontos abordados nesta lei são:


 1- a proteção da saúde pública e qualidade ambiental;
 2- a não geração, redução, reutilização, reciclagem e tratamento dos resíduos sólidos, bem como disposição final ambientalmente  adequada dos rejeitos;
 3- estímulo à adoção de padrões sustentáveis de produção de bens e serviços;
 4 - o desenvolvimento e aprimoramento de tecnologias limpas como forma de minimizar impactos ambientais;
 5- o incentivo à indústria de reciclagem e a gestão integrada de resíduos sólidos.


 Mas acredito que esse é um grande passo para a mudança de consciência tanto para nós consumidores , indústrias e comércio, e principalmente o setor publico , será o fim dos lixões, dos esgotos despejados em rios e mares .


 Nosso planeta agradece, faça você também a sua parte, não critique ajude a essa lei a dar certo, nossos filhos, netos poderão desfrutar de um futuro sustentável  .



segunda-feira, 11 de abril de 2011

Quem puder ir Vá!


Entrevista em Sergipe

Entrevista vai ao ar na terça feira, dia 19, às 9 horas da manhã. Infelizmente não será amanhã como eu previa. Para ouvir basta acessar o site: www.tce.se.gov.br e apertar no ícone: Rádio Web TCE. 

“Pecados Verdes”


Uma pesquisa realizada pela Revista Seleções, da Reader’s Digest, que está chegando às bancas, revela que ainda existe, entre os brasileiros, um grande abismo entre a (boa) intenção e a prática de ações sustentáveis, quando o assunto é meio ambiente.

Embora 99% das 2.269 pessoas entrevistadas tenham afirmado seu comprometimento com o meio ambiente, ao serem questionados sobre alguns hábitos simples, que poderiam fazer diferença no dia-a-dia e melhorar a vida no planeta, demonstraram que, na prática, o discurso é bem diferente:

96% deixam a torneira aberta enquanto escovam os dentes;
94% continuam usando sacolas plásticas ao fazerem compras;
84% jogam o lixo em lugares errados, sendo que 40% do lixo recolhido pela Comlurb vêm das ruas;
73% não abrem mão do carro particular;
70% fazem impressões sem necessidade;
69% tomam banhos de chuveiro demorados e apenas 45% se sentem culpados por isso;
56% não separam o lixo reciclável;
33% usam todas as toalhas no hotel, mesmo sem necessidade;
25% não apagam as luzes ao sair de casa.

Uma Biblioteca Digital Mundial - Grátis

Reúne mapas, textos, fotos, gravações e filmes de todos os tempos e explica em sete idiomas as jóias e relíquias culturais de todas as bibliotecas do planeta.




Quais os reflexos de uma única árvore no seu cotidiano profissional

Defenda o Verde


seta
Dê o exemplo
seta
Comprove sua
Consciência Ambiental!


As árvores dão colorido e vida às grandes cidades.Elas são responsáveis pela humanização de áreas densamente edificadas ou poluídas, por conta da beleza que apresentam mesmo quando não estão floridas.O verde das suas folhas nos acalma e lembra a presença Divina mesmo num cotidiano estressante ou sem esperança de dias melhores. Uma vez que o contato com a natureza é necessário para o nosso equilíbrio pessoal, que tal iniciar o cultivo de um pequeno vaso de planta em sua casa hoje mesmo?
“Cada ser vivo tem seu lugar na natureza e realiza muitas tarefas. As árvores são muito importantes, tanto para nossas vidas, como para o equilíbrio do ecossistema”, afirma o Engenheiro Ambiental Osvaldo Esterquile Júnior.



Árvores garantem
qualidade-de-vida
mais elevada



Observe como as árvores proporcionam abrigos nas calçadas em dias de sol forte e intenso calor, além de contrastarem com o cimento dos prédios ou com o asfalto preto das ruas.
Seus frutos servem como alimento para os pássaros, atraindo-os para perto das residências e locais de trabalho levando consigo seu canto.
Elas também deixam a região mais fresca e umidecida, pois parte da água retirada da terra é devolvida para o ar em forma de vapor através da transpiração.
Enchentes? As árvores e o espaço de terra ao seu redor permitem a infiltração da água da chuva no solo.



Redução do estresse por barulho



Quem não prefere viver com menos ruído e mais tranquilidade?
As copas das árvores agrupadas abafam o barulho das grandes cidades e dos veículos, proporcionando maior bem-estar às pessoas e harmonia para o trabalho.
Vamos subir mais árvores? Além de edifícios, precisamos de vida!
Essa é uma condição para os centros urbanos não enfrentarem um êxodo populacional por conta da saturação das pessoas diante de tamanho estresse.



O Primeiro Passo



Como está a sua comemoração para o Ano Internacional das Florestas?
A ONU - Organização das Nações Unidas - declarou que 2011 é o ano delas!
Um vaso de planta na sua casa ou escritório: este é o primeiro passo.


Consciência Ambiental
=
Defender o Verde
+
Dar o exemplo


Moral da História:

"A consciência ambiental significa muito mais que defender a Amazônia.

Implica em dar o exemplo no seu dia-a-dia através de atitudes sustentáveis, num ponto-de-equilíbrio entre economia, sociedade e meio-ambiente.

Comprovamos o que falamos
quando fazemos!"
Rafael Zampieri


Qual o seu próximo passo?